Lev, marca carioca de bicicletas elétricas, acelera operação com selo verde - Saímos no Globo

Lev, marca carioca de bicicletas elétricas, acelera operação com selo verde - Saímos no Globo

A Lev, marca carioca de bicicletas elétricas, decidiu usar os atributos sustentáveis do negócio para acelerar sua expansão. Para ampliar a rede de lojas das atuais 19 para 110 em quatro anos, a companhia contraiu uma dívida estruturada junto ao Itaú BBA, que teve juros reduzidos graças a um “selo verde”.

Para obter o empréstimo, a Lev buscou classificação de negócio exclusivamente verde — pure-play, no jargão do segmento — junto à consultoria Resultante. Além disso, recorreu ao Laboratório de Mobilidade da UFRJ para calcular o impacto ambiental de suas bicicletas nos pés dos usuários finais. A frota já evita emissões equivalentes à absorção de 93,9 mil árvores, concluiu o estudo. Também foi preciso elevar seus padrões contábeis e de governança. 

O crédito inicial foi de R$ 8 milhões e pode chegar a R$ 58 milhões até 2024, quando a Lev quer estar em todas as capitais brasileiras. 

— Conversamos com muitos fundos de investimento, mas o “selo verde” permitiu que pegássemos o crédito por metade dos juros normais sem abrir mão de ações — explicou Rodrigo Affonso, co-fundador da Lev junto com o irmão Bruno. 

A Lev surgiu em 2010 depois de Bruno se encantar com as bikes elétricas ao se mudar para a China. Com contatos na indústria chinesa, os irmãos desenharam modelos próprios e começaram a importar bikes pré-montadas. Hoje, a companhia trabalha com seis modelos, com tíquete médio de R$ 7 mil, além de acessórios. A Lev também é distribuidora oficial da Niu, scooter elétrica chinesa. 

Apenas 10% do faturamento vêm do e-commerce, com o restante vindo de lojas próprias e revendedores. A companhia tem ainda um braço incipiente de locação para empresas, que pretende estender ao consumidor final. 

Confia a matéria original: https://blogs-oglobo-globo-com.cdn.ampproject.org/c/s/blogs.oglobo.globo.com/capital/post/amp/lev-marca-carioca-de-bicicletas-eletricas-acelera-operacao-com-selo-verde.html